Basta pedirmos a uma criança um título de desenho animado e logo partem a enumerar vários títulos e personagens.

Mascha, Mischa, as aventuras de Mickey, Picsou, Ferdinand, Happy feet, Wallace et Gromit, Carros, Batman, Cédric, Os caçadores de dragões, Lolirock, Os coelhos cretinos, Garfield, Sonic boum, Dragon Ball Z, Tom Sawyer, Bob a esponja, Winx Club, Scooby Doo, Ulysse 31,…e muitos outros.

O primeiro desenho animado foi projectado em Paris numa segunda – feira no dia 17 de Agosto de 1908 numa sala de cinema. Hoje, tu tens acesso à  televisão, tabletes e smartphones!

Muitas vezes, quando os teus pais o permitem ( ou não..), tu vês os desenhos animados antes de ir à escola e também depois da escola, antes de fazeres os deveres. Para relaxar dizes tu!

Com os teus amigos tu ficas contente ao ver certos herois dos desenhos animados.Tu pedes também as suas roupas para vestir. Fazes também desenhos que tu fixas no teu quarto.

O que é interessante nos desenhos animados é o facto de eles não serem muito longos e suas aventuras são sempre diferentes.

Em muitos desenhos animados, nós encontramos os bons e os maus, o que é normal.

O mesmo acontece no dia a dia, na escola e em todos os países.

Mas será que todos os desenhos animados, todas as personagens são agradáveis a Deus?

Tem momentos nos desenhos animados que as palavras não são bonitas! As personagens não fazem sempre boas acções.As histórias mostram personagens fantásticas, vindo de outros planetas.

Eles mostram também a magia, as bruxas.

As imagens são muito das vezes rápidas e é como se ficassemos hipnotizados. Quase que não conseguimos sair de frente da televisão por estarmos tão fascinados!

Mas ..e ainda bem! Existe também muitos bons desenhos animados que mostram coisas boas , com bons sentimentos. És tu que deves escolhê-los…e com a ajuda dos teus pais ainda melhor.

A Palavra de Deus diz-nos: « Felizes aqueles que têm o coração puro, porque eles verão a Deus!» Evangelho de Mateus 5:8.