Se tu cais ao aprender a andar de bicicleta, os outros podem gozar e rirem-se de ti dizendo que tu não sabes andar, que és um fraco! O que acontece depois? Começas a chorar, deitas a bicicleta para o chão e vais embora a chorar. Pode também acontecer que tu lhes chames nomes e dizendo que os fracos são eles!
Em 2 Reis, no capítulo 2 versículo 23 (na primeira parte da Bíblia), nós lemos o que aconteceu um dia com um servo de Deus:
Eliseu, servidor de Deus saiu da cidade de Jericó e foi para Bétel. E ele ao subir um caminho, uns rapazes pequenos chegaram junto a ele e começaram a gozar dele dizendo: sobe calvo, sobe calvo! “
Sim, Eliseu era calvo! Os rapazes acharam que deviam gozar com ele e chamar-lhe «calvo». Não era habito eles verem um homem calvo, porque naquela altura os homens usavam um tecido sobre a cabeça.
Desde sempre as pessoas gozaram uma das outras. Porquê? Porque os seus corações não estão com o Senhor. Elas não têm um coração cheio do Amor de Deus. As pessoas às vezes não respeitam as outras principalmente quando elas são um pouco diferentes e não pensam como elas. Tentam então fazer mal, rejeitar.
Na escola ou em outro sítio, alguns podem gozar de uma criança que não tenha a mesma cor de pele ou não usem o mesmo tipo de roupa ou calçado que a maioria! Podem também gozar de alguém que tenha alguma deficiência. Podem gozar chamando vários nomes a outro, ou apontando o dedo e rindo-se ao mesmo tempo fazendo com que os outros colegas não queiram mais brincar com ele.
Quando gozamos alguém ferimos o seu coração!
Talvez já te tenha acontecido, alguém gozar-te. A criança que é gozada fica muito triste, não quer estar com os outros. Ela pode isolar-se e isto é muito perigoso!
Se por acaso tu já gozaste alguém, se puderes, vai pedir desculpas e pede a Deus para ajudar-te a não mais gozar dos outros.
Se alguém gozar-te, tenta compreender o porquê e pede a ajuda a uma pessoa! Tu podes também orar!
_________________________________________________________________